domingo, 10 de abril de 2016

Em Teresina, partos cesáreos estão acima do recomendado pela OMS


Resultado de imagem para partos cesario
O índice de partos cesáreos em Teresina está acima do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que prevê a cirurgia em apenas 10% dos casos. Entretanto, em todo o país, o número de cesarianas está em torno de 55%. No ano passado, as três maternidades de Teresina localizadas nos bairros Dirceu, Satélite e Promorar, registraram 5.641 nascimentos, sendo 63,27% partos normais e 36.73% cesáreos.
No início do mês, o Ministério da Saúde divulgou o Protocolo Clínico de Diretrizes Terapêuticas (PCDT) para Cesariana, trazendo os parâmetros que devem ser seguidos, a partir de agora, pelas Secretarias de Saúde dos Estados, Distrito Federal e Municípios. O objetivo das diretrizes, elaboradas dentro de rigorosos parâmetros de qualidade, precisão de indicação e evidências científicas nacionais e internacionais, é auxiliar e orientar os profissionais da saúde a diminuir o número de cesarianas desnecessárias, uma vez que o procedimento, quando não indicado corretamente, traz inúmeros riscos, como aumento da probabilidade de surgimento de problemas respiratórios para o recém-nascido e grande risco de morte materna e infantil.
"Os protocolos não surgem para limitar, como uma forma impostiva. Acredito que a melhoria vai ser porque - embasado cientificamente- poderá se optar pelo melhor para a paciente.Vamos reduzir as cesáreas, não de forma proibitiva, mas de forma educativa, transformando assim, a realidade", disse uma das enfermeiras da maternidade do Promorar. 
cidadeverde

Nenhum comentário:

Postar um comentário