sexta-feira, 27 de maio de 2016

O mais jovem juiz federal do Brasil é Piauiense


O juiz federal piauiense Pedro Felipe Oliveira Santos, 28 anos, escreve mais uma página de sucesso em sua trajetória acadêmica e profissional. Ele recebe hoje (26) o grau de mestre pela Faculdade de Direito de Harvard, nos Estados Unidos, como um dos 10 melhores alunos do curso. Pedro foi aprovado como o mais jovem juiz federal do Brasil, com apenas 25 anos.
A notícia foi compartilhada por sua mãe, Joldene Rocha, nas redes sociais. "Dos 10 melhores alunos em ciências jurídicas que hoje recebem o grau de mestre, um é piauiense, descendente de filhos da terra dos carnaubais, do berço dos heróis!", comemorou ela. 


Em 2013, aos 25 anos, o estudante Pedro Felipe de Oliveira Santos se tornou o juiz federal mais jovem do país. Além disso, também foi aprovado em outros concursos públicos como o de procurador e defensor público, sempre entre os primeiros lugares. Formado em Direito pela UnB (Universidade de Brasília), concluiu mestrado em Harvard. 
Leia na íntegra a mensagem publicada por ela: 
"Harvard University está em festa!! 
Harvard Law School entoa seus cânticos!!
John Harvard, o fundador desta renomada instituição de ensino, rejubila-se lá do céu. Povos de todos os cantos do mundo, de todas as nações, raças e credos puseram a sua mais nova roupagem com um único objetivo: Grad 2016!! 
O Brasil também está em festa!! 
O Piauí se faz presente nesta renomada festividade!!
Dos 10 melhores alunos em ciências jurídicas que hoje recebem o grau de Mestre, um é piauiense, descendente de filhos da terra dos carnaubais, do berço dos heróis!! 
É o Piauí exaltado na Corte Americana!!
É o Piauí presente nos primeiros degraus em uma das melhores e mais nobres instituições educacionais do mundo e a melhor no ensino do Direito!!!
É o Piauí, terra querida, filha do sol do Equador, berço de renomados intelectuais, que neste momento é exaltado!
É o Piauí dominando o mundo!
Congratulations!!!"
Fonte: Maria Romero/Cidadeverde
Editado por: Vanusa Costa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário