quarta-feira, 3 de maio de 2017

PF deflagra a operação que investiga desvios do Bolsa Família para campanha eleitoral no Pará

Polícia Federal cumpre seis mandados nesta quarta-feira, 3, em Abaetetuba. Um vereador e a esposa dele estão entre os investigados.

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (3) a Operação República 
Velha, que investiga desvios de recursos do programa Bolsa Família para 
financiamento de campanha eleitoral em Abaetetuba, no nordeste do Pará. 
Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois de 
condução coercitiva, quando a pessoa é levada para depor.

Segundo as investigações, até funcionários da prefeitura e pessoas com 
renda considerada maior que o exigido na lei constavam como beneficiárias 
do programa e também doadores de campanha eleitoral, desviando recursos 
das famílias que realmente necessitavam do benefício.

Entre as conduções coercitivas estão a de um vereador e da esposa dele, 
funcionária da Secretaria Municipal de Assistência Social de Abaetetuba, 
setor do município responsável pelo cadastramento de beneficiários do 
referido programa federal.

Para ser beneficiário do Bolsa Família, a renda familiar não pode ultrapassar 
o valor de R$ 170 por pessoa, o que era incompatível com a doação para 
campanhas eleitorais. Até o momento, mais de 30 beneficiários do programa 
doaram para as campanhas eleitorais do vereador investigado nos anos 
de 2012, 2014 e 2016.

A decisão judicial determina ainda que os investigados cumpram medidas
alternativas como a proibição de se ausentarem da comarca, de manter 
contato com qualquer dos eleitores beneficiários do Programa Bolsa Família,
como também o afastamento do cargo da esposa do vereador.

Fonte: g1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário