segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Prefeito Mão Santa, fala sobre a programação do aniversário de Parnaíba.



O prefeito de Parnaíba, Mão Santa, reuniu ontem (3) representantes da imprensa para falar da programação comemorativa do aniversário de Parnaíba, que no próximo dia 14 de agosto estará completando 173 anos de elevação à categoria de cidade.

Ele iniciou contando um pouco da história da cidade, dizendo ser Parnaíba a capital da independência do Brasil. “E o ex-governador Alberto Silva criou o marco dos 150 anos da Independência do Piauí, com um monumento na Av. Capitão Claro, onde três prismas retratam os três centros políticos do Piauí que se empenharam pela Independência: Oeiras, Campo Maior e Parnaíba. E hoje Parnaíba é também a capital política, porque entramos no jogo político e conseguimos ser hexa: Chagas Rodrigues, que foi o primeiro governador parnaibano; depois, Alberto Silva, duas vezes; eu, duas vezes e, por último, Zé Filho. Parnaíba governou o Piauí por 6 vezes, portanto, somos hexacampeões. ”, destacou. 

O prefeito fez ainda rápidas referências ao folclore cultuado no município, “que representa a grandeza e a tradição do povo, com o bumba-meu-boi e as quadrilhas juninas. O folclore de Teresina é ridículo. Eles celebram o cabeça-de-cuia, que na lenda mata a própria mãe”, frisou, enfatizando que Parnaíba renasce e se consolida como polo turístico.

Na ocasião, na presença do ex-superintendente da Infraero em Parnaíba, Ivan Magalhães, o prefeito confirmou o início dos voos da Azul, diretos e regulares, saindo de São Paulo para Parnaíba, retornando por Teresina, rota que começa a operar dia 11 de setembro. 

Mão Santa disse ainda já haver sido procurado por representante de uma Universidade da Bahia (UNIRB), solicitando doação de terreno para se instalar em Parnaíba. “Eles queriam logo lançar a pedra fundamental, mas dissemos que primeiro teremos que consultar a Câmara, para a possível doação, e só depois tomar outras providências”. E disse também dos esforços que vem empreendendo, junto à classe política em Brasília, para que o governo federal conclua a 2ª etapa dos Tabuleiros Litorâneos, porque “queremos transformar Parnaíba num polo de fruticultura, uma segunda Petrolina”.

Falando da programação propriamente dita, ele destacou o ganho que a cidade teve, em mobilidade urbana, com a nova pavimentação poliédrica e asfáltica, além da iluminação diferenciada que a cidade vem recebendo, com investimento elevado, cerca de 10 milhões, além da nova iluminação e da fonte luminosa que voltará a funcionar na Praça da Graça. “Mas o carro-chefe de nossas inaugurações será a entrega do matadouro, que estava caindo no deboche, no folclore, porque passaram 10 anos para concluir e não fizeram”.

Confira abaixo alguns eventos já definidos da programação que começou ontem, os outros serão divulgados na próxima semana:

Dia 10 - As 17h inauguração da reforma do pronto socorro municipal.
              As 18h inauguração da pavimentação asfáltica do bairro do carmo.
Dia 11 - A partir das 11h, comemoração alusiva ao "Dia do estudante".Manhã recreativa com gincana e show com banda Forró da  Bruninha na quadra da escola Roland Jacob.

Dia 12 - 19h culto evangélico na Quadra do Ipase..

Dia 13 - 08h inauguração da USB, do B Tabuleiro.
       19h Missa em ação de graças pelo aniversário da cidade- Catedra N.S. da Graça.
        20h , inauguração da praça fast food ao lado do Ideal Center, Av. S Sebastião.
        21h, Show no musical na Avenida São Sebastião no balão do João XXIII.

Dia 14 - 6:30h no Centro cívico, hasteamento das bandeiras as 7h.
             10:30,  entrega de medalhas auditório CNSG.
           12:15, Largada da regata de canoas Chafariz
        12:40, Passagem da regata de canoas  no Porto das Barcas show com Tarcisio Digital.
         13:30, Chegada da regata no porto do Tabuleiro Show com Banda Blak Tie.
As 16h, Inauguração do matadouro BR 343 próximo ao posto da PF.

Realização: Prefeitura de Parnaíba, apoio da secretária de Educação, Superintendências de  Cultura e Turismo.
      



Fonte: SUPCOM
Edição: Vanusa Costa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário