segunda-feira, 18 de abril de 2016

A falta de fiscalização e a escravidão de animais.

Existem apesar das leis e todos os cuidados para preservar os animais de maus tratos e escravidão algumas pessoas que se excedem na busca do sustento, e vão passando despercebidos aos olhos de quem deveria fiscalizar e evitar o que a imagem revela, o limite de peso e a forma com que estão sendo feitos os trabalhos de passeio na orla com o uso de animais, nosso site flagrou algo que precisa ser abordado e tomadas as devidas providencias quanto a esse tipo de caso. A foto fala por si, que as autoridades e órgãos competentes tomem urgente providencias quanto aos maus tratos dos animais que estão sendo explorados no litoral do Piauí .


imagina o sofrimento deste animal de sangue quente debaixo de um sol de 35º sem nem um abrigo sem água chão úmido e ainda tendo que ficar sustentando uma estrutura dessa enquanto espera o turista para tornar ainda mais sofrido sua vida puxando sabemos lá quantas pessoas em tereno arenoso, isso deve sofrer uma interdição. Outro porém é que seus donos devem fazer essas carroças em charretes mais leves e o mais importante é que a praia é para banhistas o xixi e as fezes dos cavalos podem provocar larvas migrans e outras micoses nos banhistas. Aqui fica o apelo por mais responsabilidade dos órgãos competentes quanto a orientação e no cumpra-se a lei nº 24.645/34 que prevê pena para todo aquele que incorrer em seu artigo 3º. item V. Aguardamos ao retornar a praia não presenciarmos tão deprimente e violação da lei como essa.

Por: Vanusa Costa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário